"Truth is rarely pure, and never simple" - Oscar Wilde / "Não quero ter a terrível limitação de quem vive apenas do que é passível de fazer sentido. Eu não: quero é uma verdade inventada" - Clarice Lispector

Wednesday, February 23, 2011

Originalidade

O novo hype é a busca desesperada por ser original. As pessoas andam apavoradas com a idéia de serem parecidas com as outras pessoas da sua idade, do seu país, da sua profissão. A verdade é que as pessoas querem ser extraordinárias, fora do comum, brilhantes, frescas, novas, geniais. Não há nada de errado com isso, eu imagino que querer ser tudo isso ai deva ser bastante estimulante. E talvez cansativo. E forçado. E chato. Qual é o problema em ser igual a todo mundo? Sim, aquela escritora que você adora fez muito sucesso e todo mundo comenta sobre ela, não precisa começar a gostar dela escondido só para que as outras pessoas não pensem que você é só mais um, sem um pensamento próprio, sem nenhuma personalidade. Aquele cantor bem underground da bélgica ficou famoso e já fez até tour no Brasil? Não vai deletar do ipod, dizer que gostava mais quando ele era underground e que agora ele perdeu aquele jeito maroto de ser, se vendeu pra mídia mesmo, pronto. O problema é que gostar das coisas só porque os outros gostam, ou NÃO gostar das coisas só porque os outros gostam é A MESMA COISA. Um peca pela falta de originalidade e o outro pela falta de originalidade e raciocínio. Está cheio de gente por ai medindo o valor das coisas pelo sucesso que elas NÃO fazem. Isso também é ser maria vai com as outras ao contrário viu. Muita energia gasta para nada, que tal gostar das coisas quando se gosta das coisas, e não achar que isso vai ter alguma interferência no seu status como ser humano ou que isso vai fazer de você um ser extraordinário. Existem coisas extraordinárias nas pequenezas mais comuns, e sim, isso também é um clichê. Quanto a fazer coisas extraordinárias, eu realmente espero que você faça, mal posso esperar para ver.

4 Comments:

Anonymous Peixoto said...

Também conhecido como "síndrome de Indie", hehehe...

February 23, 2011 2:31 PM

 
Anonymous Guilherme said...

Excelente post.

Acho engraçado que algumas das pessoas que mais se auto-entitulam "originais" são as que mais buscam "referências" ao invés de seguirem sua própria intuição e criarem uma personalidade própria.

Ser original hoje em dia é vestir as roupas certas, ver os filmes certos, ler os livros certos, ouvir as bandas certas, ver os seriados certos e falar sobre os assuntos certos usando os argumentos certos.

Tudo aprendido e copiado de alguma revista ou site da vida.

April 15, 2011 12:42 AM

 
Blogger Balankito said...

Gostei muito do post! Vim cá ter por "acidente", mas aquilo que escreveu prendeu a minha atenção e acho que tem muita razão. Acho que acima de tudo ser original é ser-se fiel a si mesmo e isso implica gostar de coisas que os outros podem ou não gostar e ser algo que os outros podem ou não aprovar, mas a verdade é que só uma pessoa tem de aprovar, gostar e se sentir próprio com aquilo que somos, gostamos e fazemos e essa pessoa é o Eu.
Gostei! ;)

April 20, 2011 5:43 AM

 
Anonymous chic Gucci shirts said...

good place!

May 30, 2011 4:10 AM

 

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home